MEDIFLOR No. 7 CONSTIPATION mistura de plantas para saquinhos de ervas Processo 24

MEDIFLOR N°7 CONSTIPATION Mélange de plantes pour tisane sachets-dose etui de 24 Tornar a imagem maior

3399333

MEDIFLOR tisanes et infusions MEDIFLOR tisanes et infusions

MEDIFLOR No. 7 CONSTIPATION mistura de plantas para saquinhos de ervas Processo 24

O tratamento sintomático da constipação.

mais detalhes

Este produto não está mais em estoque

Ver termos de entrega - Gratuita a partir 99 €*

    6,07 € TTC

    Adicionar à Lista de desejos

    ganhar 6 pontos lealdade em comprar este produto


    MEDIFLOR No. 7 Constipação: indicações

    O tratamento sintomático da constipação.

    MEDIFLOR # 7 Constipação: condições para as quais podem ser prescritos

    • Constipação

    Gastro-Entero terapêutico class-Hepatology
    Senna ingredientes activos
    Excipientes Ash, Rosemary, erva-doce, Alcaçuz
    MEDIFLOR No. 7 Constipação: sua dosagem

    Adulto: 1 sachê por xícara.

    Despeje água fervente sobre a mistura de plantas.

    Tampe e espere de 10 a 15 minutos.

    O tratamento deve ser de curta duração (8-10 dias).

    MEDIFLOR No. 7 Constipação: sua aparência e forma

    Falta de informação na ACM.

    MEDIFLOR No. 7 Constipação: apresentação

    MEDIFLOR No. 7 Constipação: como funciona

    - Laxante estimulante, ela muda a troca de fluidos e eletrólitos intestinal e estimula a motilidade do cólon.

    - Tempo de ação: 8 a 12 horas.
    O que fazer para condutores de veículos

    Não aplicável.

    MEDIFLOR No. 7 Constipação: seus contras-indicações

    CONTRAINDICATED:

    - Doença inflamatória intestinal orgânico (colite ulcerativa, doença de Crohn ...).

    - Suboclusiva ou síndrome oclusiva.

    - Síndromes abdominais dolorosas de causa indeterminada.

    - Crianças menores de 12 anos (com exceção de prescrição).

    RECOMENDADO:

    O tratamento combinado com:

    - Torsades antiarrítmicos doação de pointes: bepridil, antiarrítmicos de classe Ia (quinidina), sotalol, amiodarona.

    - Lidoflazina, Vincamina (antiarrítmicos não dando torsades de pointes).

    MEDIFLOR No. 7 Constipação: suas precauções de utilização

    - O tratamento medicamentoso da constipação é apenas um adjuvante do tratamento hygiénodiététique:

    . enriquecimento alimentar de fibra natural e bebidas.

    . atividade física, a reabilitação da isenção.

    - Em crianças, a prescrição de laxantes estimulantes deve ser excepcional: é preciso levar em conta o risco de impedir o funcionamento normal do reflexo isenção.

    - O uso prolongado não é recomendado porque a ingestão prolongada de princípios antraceno pode levar a dois tipos de problemas:

    . "laxantes doença" com síndrome do intestino irritável grave, melanose colorectal, fluidos e eletrólitos anormalidades com hipocalemia; é raro;

    . uma situação de "dependência" com a necessidade regular de laxantes, necessidade de aumentar a dose e constipação grave em caso de retirada; esta ocorrência variável de dependência, os pacientes podem ser criadas sem o conhecimento do médico.

    - Não exceda 8 a 10 dias de tratamento.

    - Associações que requerem precauções: digitálicos; outros [diuréticos caliuréticos (sozinho ou combinado), anfotericina B (via IV), corticosteróides (sistêmica) tetracosactido] caliuréticos.

    MEDIFLOR No. 7 Constipação: Suas interações

    ASSOCIAÇÃO NÃO RECOMENDADO:

    Risco de hipocalemia e, portanto, interações medicamentosas, quando combinados com um laxante estimulante:

    - Anti-arrítmicos dando torsades de pointes: bepridil, antiarrítmicos de classe Ia (tipo quinidina), sotalol, amiodarona.

    - Lidoflazina, Vincamina (antiarrítmicos não dando TdP).

    Risco de torsades de pointes (hipocalemia é um fator predisponente bem como bradicardia e um espaço preexistente QT longo); usar um laxante não estimulante.

    PRECAUÇÕES:

    - Digitalis: hipocalemia favorece toxicidade digitalis.

    - Outros hipocalemia: anfotericina B (via IV), corticosteróides (gluco, mineralocorticoid: sistêmico) tetracosactido, diuréticos caliuréticos (isoladamente ou combinados).

    Aumento do risco de hipocalemia (efeito aditivo).

    A monitorização do potássio e se a correção necessária. Use um laxante não-estimulante.

    MEDIFLOR No. 7 Constipação: Seus incompatibilidades

    Não aplicável.
    Gravidez - Amamentação

    Não aplicável.
    MEDIFLOR # 7 CONSTIPAÇÃO Efeitos indesejáveis

    - Possibilidade de diarreia, dor abdominal, especialmente em pacientes que sofrem de síndrome do intestino irritável.

    - Capacidade de hipocalemia.

    AVISO
    1. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO
    Por favor, leia atentamente esta notícia antes de tomar este medicamento. Contém
    Informações importantes para você.
    Se você tiver alguma dúvida, se você tiver uma dúvida, pergunte mais informações
    o seu médico ou tratamento.
    • Guarde este folheto, você pode precisar de o ler novamente.
    • Se precisar de mais informações ou conselhos, contacte o seu
    farmacêutico.
    • Se os sintomas piorarem ou persistirem após 2 a 3 semanas, consulte o seu
    médico.
    • Se você detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, ou se
    você sentir algum dos efeitos secundários se agravar, informe
    o seu médico ou farmacêutico.
    1.1 Nome
    MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère, plantas de mistura para chá de ervas
    saqueta.
    1.2 Composição qualitativa / quantitativa
    SENE (foliole)........................................................................................................ 0,72 g
    Para uma dose de 1,8 g saqueta
    Os outros ingredientes são: Ash (folha), alecrim (copas floridas), funcho doce
    (Seeds), Licorice (root).
    1.3 Forma farmacêutica
    Planta herbácea em sachê de 1,8 g
    1.4 categoria terapêutica
    Fitoterapia MMF / MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère / AMM validou a 09.30.92 / JPD - KO / 14/10/2002 Aviso Apêndice II / 2
    1.5 Nome e endereço do operador
    Titular
    LABORATÓRIOS MEDIFLOR
    37, rue Saint Romain
    69008 LYON
    Explorando
    MERCK médico de família
    18C Winston Churchill Boulevard
    21000 Dijon Cedex
    Fabricante
    SpPh ISLE OF ABEAU
    Parque Chesnes
    40, rue de la Garenne
    38297 SAINT QUENTIN FALLAVIER
    2. O QUE NO (S) para usar este medicamento?
    Esta droga é um laxante estimulante (estimula o movimento do intestino).
    Está indicada no tratamento da constipação ocasional e, geralmente, de 8 a
    12 horas.
    3. CUIDADO
    3.1 Em caso (s) que não use este medicamento?
    Nunca MEDIFLOR No. 7 CONTRA CONSTIPATIO N Passagère em
    onde:
    ♦ algumas doenças do intestino e do cólon,
    ♦ se a dor abdominal (dor de estômago)
    ♦ para a constipação crônica (prisão de ventre longo prazo)
    ♦ em crianças menores de 12 anos sem a prescrição de um médico.
    Em caso de dúvida, é essencial procurar o aconselhamento do seu médico ou
    farmacêutico.
    3.2 Advertências
    NO USO PROLONGADO sem orientação médica. MMF / MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère / AMM validou a 30.09.92 / JPD - KO / 14/10/2002 Aviso Apêndice II / 3
    ♦ constipação ocasional: ele pode estar relacionado a uma recente mudança na forma
    vida (viagens). A droga pode ser uma ajuda no tratamento de curta duração. Qualquer constipação
    Recentes inexplicável pela mudança de estilo de vida, tudo acompanhado por prisão de ventre
    dor, febre, inchaço do estômago tem que procurar o aconselhamento de um médico.
    ♦ A constipação crônica (prisão de ventre longo prazo): ele não deve ser tratado
    com um laxante estimulante.
    Pode estar relacionada com a duas causas:
    - Uma doença intestinal que requer cuidado por parte do médico,
    - Ou um desequilíbrio da função intestinal devido a hábitos alimentares e de modo
    vida.
    O tratamento inclui, entre outros:
    - Um aumento de produtos vegetais alimentares (legumes
    verduras, legumes, pão integral, frutas ...)
    - Um aumento no consumo de água e de sumo de fruta,
    - Um aumento na atividade física (esportes, trabalho ...)
    - Reabilitação da defecação reflexo,
    - Às vezes, a adição de sua comida.
    É útil seguir o conselho de seu médico ou farmacêutico.
    ♦ Caso especial da criança na criança o tratamento da constipação é baseado em
    de vida e higiene alimentar: incluindo o uso de bom
    quantidade de água com leite em pó para bebés, alimentos ricos em produtos originais
    vegetal, sumo de fruta adição.
    O tratamento com um laxante estimulante sem orientação médica é contra-indicada (ingestão regular
    laxantes em idade jovem pode interferir com o funcionamento normal do reflexo
    defecação).
    3.3 Precauções
    Este medicamento pode causar a perda de potássio. A associação com outros
    medicamentos (como alguns diuréticos ou certos medicamentos para o coração) pode ser
    perigoso.
    EM CASO DE DÚVIDA, não hesite em pedir seu doutor ou
    Farmacêutico.
    Para evitar possíveis interacções entre vários medicamentos, deve-se notar
    sistematicamente qualquer outro tratamento em curso com o seu médico ou farmacêutico.
    Manter fora do alcance das crianças. MMF / MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère / AMM validou a 30.09.92 / JPD - KO / 14/10/2002 Apêndice II Observação / 4
    3.4 Interações medicamentosas e outras interações
    Se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos
    obtidos sem receita médica, especialmente medicamentos que podem dar problemas
    batimento cardíaco grave, fale com o seu médico ou farmacêutico.
    3.5 Gravidez - Amamentação
    Pergunte ao seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer
    medicamento.
    3.6 Drivers e usuários da máquina
    Nenhum.
    3.7 Informações importantes sobre alguns componentes
    MEDIFLOR No. 7 contra a constipação SNOW:
    Nenhum.
    4. COMO USAR ESTE MEDICAMENTO
    4.1 Dosagem
    Adulto: 1 sachê por xícara.
    4.2 Modo e via de administração
    Despeje água fervente sobre a saqueta. Tampe e espere de 10 a 15 minutos.
    4.3 Frequência e hora em que o medicamento é para ser administrado
    Nenhum.
    4,4 Duração do tratamento
    Este tratamento deve ser tomada apenas por um curto período de tempo (no máximo, 8 a 10 dias). MMF / MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère / AMM validou a 30.09.92 / JPD - KO / 14/10/2002 Apêndice II Observação / 5
    4.5 O que fazer em caso de overdose
    Se tiver tomado mais MEDIFLOR No. 7 CONTRA C ONSTIPATION Passagère,
    misturar plantas para chá de ervas sachê você deve:
    Interrompa o uso e consulte o seu médico ou farmacêutico.
    Se você perder MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère,
    misturar plantas para chá de ervas sachê:
    Consulte o seu médico ou farmacêutico.
    4.6 O que fazer se a administração de uma ou mais doses
    omitido.
    Se você perder MEDIFLOR No. 7 contra a constipação
    SNOW:
    Não tome uma dose dupla para compensar a dose que você simplesmente esquecido
    assumir.
    4.7 retirada risco da Síndrome
    5. EFEITOS INDESEJÁVEIS
    Como todos os medicamentos, MEDIFLOR No. 7 contra a constipação
    Neve, misturando plantas para chá de ervas sachê é provável que tenha
    efeitos secundários, embora todos não há nenhum problema.
    Possibilidade de diarréia, dor abdominal.
    Neste caso, interromper o tratamento e procurar aconselhamento de seu médico.
    6. ARMAZENAMENTO
    Manter fora do alcance e da vista das crianças.
    6.1 Prazo de validade
    Não use MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère, misturando
    planta herbácea em sachê após o prazo de validade inscrito na
    embalagem exterior.
    6.2 Condições de armazenamento
    Nenhum armazenamento especial. MMF / MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère / AMM validou a 30.09.92 / JPD - KO / 14/10/2002 Apêndice II Observação / 6
    6.3 Se necessário, advertência contra certos sinais visíveis de
    deterioração
    Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
    Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos não utilizados. Estas medidas
    ajudar a proteger o ambiente.
    MMF / MEDIFLOR No. 7 contra a constipação Passagère / AMM validou a 30.09.92 / JPD - KO / 14/10/2002

    Marque de Merck Médication familiale, Médiflor a été créé en 1972 avec une gamme de tisanes et infusions rapidement devenues des références pour les consommateurs et les pharmaciens. En 2004, elle a intégré à son offre des médicaments et compléments alimentaires à base de plantes pour devenir le Laboratoire Médiflor. Les 4 grandes familles de produits du Laboratoire Médiflor sont :
    Les médicaments avec AMM* : Prospan® (sirop), Mildac®, Plénésia® et Tonilax® (comprimés), Arnica Médiflor® (gel),…
    Les compléments alimentaires : Acygil® (comprimés), Oropolis® (pastilles)
    Les tisanes avec AMM* 5 références : Tisanes Médiflor (sachet-dose) N°1, N°3, N°5, N°7, N°14.
    Les infusions Médiflor, sachet et vrac : 65 références (Tilleul, Hibiscus,…)
    * AMM : Autorisation de Mise sur le Marché
     
    DES SOLUTIONS NATURELLES POUR LES MAUX DU QUOTIDIEN
    Grâce à certains produits de santé à base d’actifs de plantes d’origine naturelle qu’il développe, le Laboratoire Médiflor propose à tous ceux qui le souhaitent l’accès à des produits de santé efficaces sans prescription médicale obligatoire. Petits problèmes du quotidien (gênes urinaires, gorge sensible), indication thérapeutique (déprime légère, toux, problèmes transitoires de transit ou de sommeil….), le Laboratoire Médiflor souhaite apporter des solutions aux maux de tous les jours en formulant des produits aux composés innovants et éprouvés aux meilleurs dosages.
    UNE EFFICACITÉ ET UNE SÉCURITÉ OPTIMALES
    Le Laboratoire Médiflor bénéficie de la puissance pharmaceutique de Merck et possède l’expertise nécessaire pour développer des produits contenant des actifs d’origine naturelle ou issus des plantes, à l’action démontrée et avec une bonne tolérance. Avec le plus grand soin, il veille à garantir la qualité des matières premières et maîtriser les processus de formulation des actifs à toutes ses étapes, dans le respect de la réglementation en vigueur. Les produits de santé que propose le Laboratoire Médiflor offrent ainsi un rapport efficacité / sécurité qui répond parfaitement aux dernières exigences des consommateurs et professionnels de santé.
    LES PLANTES À UN NIVEAU D’EFFICACITÉ
    (D’après C. Vienot, en charge du Laboratoire Médiflor) « Avec sa gamme de médicaments créée en 2004, Médiflor a souhaité répondre à une demande croissante de traitements naturels, en minimisant les effets secondaires et sans accoutumance… mais qui « marchent » vraiment ! Nous avons donc concentré nos recherches sur les actifs efficaces sur des pathologies les plus fréquentes, et pour lesquelles une solution adaptée est proposée. Soutenu par son expertise de longue date des plantes d’intérêt pour la santé, et son approche scientifique étayée par des études cliniques, le Laboratoire Médiflor hisse les actifs d’origine naturelle à un niveau scientifique démontré. »

    L'EFFICACITÉ NATURELLE DES PLANTES
    Les plantes soignent l’homme depuis le début de l’humanité et n’ont rien perdu de leur intérêt, bien au contraire... Aujourd’hui, une meilleure connaissance scientifique de leurs effets, une plus grande maîtrise de la sélection et des dosages et les exigences qui entrent dans leur composition en font une solution adaptée de plus en plus sécurisée pour soulager les maux du quotidien.
     
    Phytothérapie provient du grec, phytos, plante, et therapia, soins : il signifie «  traitement des maladies par les plantes ». Plus précisément, il s’agit d’une discipline qui exploite les vertus médicinales des végétaux et de leurs extraits pour corriger certains troubles de fonctionnement de l’organisme. Cette médecine, plusieurs fois millénaire, se confond avec l’apparition de toutes les civilisations du monde. Les plantes ont été la base d’une immense partie de la pharmacopée moderne mise en place au XIXe siècle, lorsqu’on parvint à isoler les principes actifs des plantes. La facilitation des transports et échanges internationaux au XXe siècle a permis le partage des expériences sur les plantes des différents continents. De grands médicaments d’aujourd’hui proviennent de la purification de substances végétales : la quinine contre la malaria, l’ergot de seigle contre la migraine… En 1986, la thérapie par les plantes a été reconnue par le Ministère de la santé.
    UN INTÉRÊT SCIENTIFIQUE TOUJOURS D’ACTUALITÉ
    Au fil du temps, les plantes médicinales utilisées ont été transformées : séchées, pulvérisées, extraites, certains de leurs actifs purifiés, leurs dosages ajustés… Les molécules isolées tirées de plantes ont permis de grands progrès d’efficacité. Parfois, la plante entière demeure préférée, car elle renferme d’autres composés dont la présence concomitante potentialise l’effet… La nature, bien faite mais complexe, demande à être encore mieux comprise. Les plantes médicinales font donc encore l’objet d’une active recherche scientifique.
    DES PREUVES, ENCORE DES PREUVES…
    Souvent, la Recherche de pointe confirme les propriétés que les Anciens conféraient aux plantes par l’expérience, mais elle leur découvre également de nouvelles propriétés. Grâce aux progrès des savoirs et techniques agronomiques, chimiques et pharmacologiques, la sélection des plantes en phytothérapie s’effectue désormais sur des fondements scientifiques. Les extraits sont testés sur des modèles fiables et lors d’études cliniques sur l’homme selon des protocoles très stricts. Souvent, ils se révèlent tout autant efficaces que des molécules de synthèse avec une tolérance souvent meilleure. Cette innocuité se révèle très précieuse notamment pour traiter des pathologies légères.
    LE REFLET D’UN PROFOND BESOIN DE PRENDRE SOIN DE SOI
    Recherche d’un plus grand bien-être, de naturel, de douceur, mais aussi d’autonomie… Aujourd’hui, une population de plus en plus large se tourne vers les plantes pour soigner leurs maux du quotidien. Face à ce changement de la société vis-à-vis de sa santé, la réglementation des produits à base de plante s’est considérablement renforcée, garantissant aux consommateurs une innocuité et une efficacité optimales.

    Nossos infusões e chás sacos BIO ou a granel, são feitos a partir de misturas de plantas medicinais, fornecidos por empresas farmacêuticas, garantia de alta qualidade.

     

    Eles agem em sinergia para máxima eficiência. Se a dormir melhor naturalmente desintoxicar ou melhorar o trânsito, nós também oferecemos as melhores dicas para decorar a sua captura. Nossos médicos de ervanários formação de farmácia e oferecer-lhe qualidade chás e infusões a melhores preços.

    Confira mais rápido!

    fim rápida

    Economize tempo usando o formulário de pedido rápido. Com alguns cliques, você pode facilmente pedir suas referências favoritas.

    Formulaire de commande rapide

    Torne-se fã!

    Torne-se fã

    Torne-se um fã da nossa página no Facebook e fique 5 % desconto!

    Se você não está logado no Facebook, por favor, por favor, autentique-se primeiro e depois atualize esta página antes de clicar no botão que eu gosto. Caso contrário, você não vai conseguir seu voucher.